Páginas

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Um cigarro e a conta, por favor!

Na verdade nem fumo, foi pensando numa teoria que conheço...coisas...que passam pela cabeça.

Indicado a leitura ao som de BLACK DOG- LED ZEPPELIN


Um cigarro e a conta, por favor!

Sem buscar das mais formosas curvas como uma caçada incessante
Não deixar de perceber nas mais formosas... curvas o audacioso volume
Um leve toque na pele macia que a reveste
Um leve olhar sobre a delicadeza e beleza dos olhos
Sentir como belo é o contorno dos lábios que dançam com leves movimentos.
Quebrando a teoria de que dois corpos não ocupam o mesmo espaço ao mesmo tempo
Ter aquela forma que a principio era só admirável teoria
E comprovar que no final de tudo...
Um cigarro cairia bem.
A conta, por favor!



minhaautoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário